Brasília terá lançamento de livro sobre carreira e trabalho no exterior

Comex do Brasil

O Espaço 365, coworking localizado na Asa Norte, sediará neste sábado (2/02) o lançamento do livro “Internacionalize-se”, do escritor e empresário Rodrigo Lins. A obra traz dez passos para quem deseja levar legalmente a carreira profissional para o exterior, especificamente os Estados Unidos. O evento terá início as 9h da manhã, será gratuito e aberto à população. Em um bate papo descontraído, o autor, que é brasiliense, apresentará os principais pontos do livro, além de responder perguntas e conversar com o público interessado em trabalhar e/ou viver uma experiência fora do Brasil.

A intenção de jovens detentores de nível superior em deixar o país está no nível mais alto dos últimos anos, como apontou pesquisa do Datafolha divulgada em maio do último ano – cerca de 70 milhões de brasileiros com 16 anos ou mais deixariam o Brasil se pudessem. Na pesquisa, feita em todo o Brasil, 43% da população adulta manifestou desejo de sair do País. Entre os que têm de 16 a 24 anos, a porcentagem vai a 62%. São 19 milhões de jovens com intenção de deixar o Brasil, o equivalente a toda a população de Minas Gerais, por exemplo.

Outro levantamento recente mostrou que grande parte dos profissionais brasileiros sairiam do país para trabalhar e viver no exterior. Entre os 1.470 entrevistados, 91% afirmaram ter vontade de ter uma experiência internacional. Estados Unidos, Canadá e Portugal são os destinos mais desejados. Priorizando a carreira, para 61% dos participantes ter um emprego garantido antes de partir é fator determinante para impulsionar a mudança, de acordo com a apuração da companhia de recrutamento e seleção Talenses.

Rodrigo Lins, autor do “Internacionalize-se”, ganhou o sonhado ‘Green Card’ para residir permanentemente nos Estados Unidos, pouco mais de dois anos após sua chegada ao país. Para o escritor, o sistema imigratório americano tem privilegiado os cérebros e talentos profissionais de estrangeiros. O jornalista explica que a categoria de vistos imigrantes concedidos por habilidades extraordinárias ou excepcionais em diversas áreas do conhecimento tem sido a opção imigratória de brasileiros que desejam levar a carreira para os EUA.

“Passamos por uma grande mudança de perfil imigratório aqui nos Estados Unidos. Há pouco mais de 10 anos os imigrantes brasileiros eram atraídos por ofertas de trabalho em funções operacionais e mais braçais no território americano. Ao chegar nos EUA comecei um estudo sobre as possibilidades imigratórias permanentes para estrangeiros e me deparei com a categoria de Green Cards concedidos pelo Governo americano para profissionais de sucesso vindos de outro país – o conhecido ‘Visto Einstein’”, revela Rodrigo Lins.

Para Lins, a internacionalização de carreiras é uma forma de ‘entrar pela porta da frente’ nos Estados Unidos com reconhecimento do mérito intelectual do profissional. Os vistos Eb-1 A, Eb-2 e O garantem possibilidades imigratórias para profissionais brasileiros que queiram levar suas carreiras para os Estados Unidos como especialistas em diferentes áreas.

“O processo para obtenção dos documentos de residência permanente exige a contratação de advogados de imigração especializados na lei americana”.