Festival Internacional de Cinema e Alimentação

De 14 a 17 de setembro de 2017, no Cine Pireneus, em Pirenópolis-GO. Entrada franca.

Com exibição de 20 títulos de diferentes países, oficinas e degustações, esta edição do festival celebra a cozinha de emigrantes e refugiados.

Quem se interessa por temas como produção cinematográfica, sustentabilidade, gastronomia, cultura local sabe que setembro é tempo de Slow Filme, o festival único em seu perfil no Brasil, que tem a proposta de aliar a exibição de filmes inéditos (em grande parte premiados em festivais de prestígio, como San Sebastián e Berlinale) à conscientização através da arte. Serão quatro dias de exibição de cinema, palestras, oficinas e degustações com especialistas e realizadores.

A Itália, graças ao apoio da Embaixada, estará presente com o documentário “Quando a Itália comia em branco e preto”, de Andrea Gropplero di Troppenburg (produção e distribuição Luce Cinecittà). O filme é um percurso de história, gosto e cultura, uma viagem animada e sorridente através dos hábitos alimentares do Bel Paese e suas evoluções, por meio de receitas tradicionais e regionais e das imagens do acervo Archivio Luce.

Confira a programação completa: www.objetosim.com.br