A paixão belga pelas histórias em quadrinhos

O embaixador da Bélgica, Patrick Herman

Durante a Semana da Francofonia, em Brasília, embaixador da Bélgica faz palestra sobre HQ’s e sua importância no país

Raquel Pires

O embaixador da Bélgica, Patrick Herman
O embaixador da Bélgica, Patrick Herman

A Bélgica é conhecida por seu chocolates, cervejas e gastronomia apurada, mas o que poucos sabem é da paixão dos belgas por histórias em quadrinhos. No país, as HQ’s são uma instituição, sendo mais da metade dos livros editados ou produzidos naquele país. Aproveitando a 22ª Semana da Francofonia em Brasília, a Embaixada da Bélgica promoveu uma palestra na última terça-feira (19), na escola Liceu Francês François Mitterrand, no Lago Sul, explorando e apresentando este universo aos presentes.

O embaixador da Bélgica, Patrick Herman apresentou a palestra em francês, contando um pouco sobre este universo lúdico e interessante. Durante a exibição, o diplomata comentou que a maioria das casas do país possui uma coleção ou uma biblioteca exclusiva de HQ. Isso mostra a popularidade das histórias em quadrinhos na Bélgica. A importância das histórias na Bélgica e a seriedade e o respeito em que todos os eventos são relatados através desta arte foram destacados pelo embaixador.IMG_1634

Depois, a quadrinista brasileira, Thaís Koshino apresentou como criar uma história em quadrinhos. Os alunos do Liceu François Mitterrand que estavam presentes, tiveram a oportunidade de demostrar os seus talentos artísticos, além de terem respondido um quiz sobre quadrinhos.

Durante o evento também ocorreu a inauguração da exposição “Os Faróis das Histórias em Quadrinhos Belgas”, nas quais diversos personagens de desenhos famosos na Bélgica foram expostos, mostrando um pouco mais sobre a cultura envolvendo esse segmento.

    IMG_1553 IMG_1570

IMG_1585 IMG_1574

IMG_1594 IMG_1622

IMG_1634 IMG_1628

IMG_1648 IMG_1646

IMG_1557 IMG_1558

IMG_1564 IMG_1565

IMG_1567 IMG_1566