Acordo vai acabar com impostos sobre vinhos no Japão

Bebidas ficarão mais baratas para japoneses

Revista Adega

Um acordo firmado entre o Japão e a União Europeia eliminará quase todas as tarifas sobre produtos comercializados entre os dois lados, incluindo vinhos e destilados. Diz-se que este é “o maior acordo comercial bilateral de todos os tempos”.

O pacto eliminaria cerca de 99% das tarifas sobre produtos japoneses vendidos na Europa e 94% das tarifas sobre as exportações europeias para o Japão. Isso significa que os japoneses poderão comprar queijo, vinho e outras bebidas alcoólicas mais baratas. Atualmente, a tarifa sobre o vinho é de 15%, e varia de 30% a 40% no caso do queijo.

O Japão já é o segundo maior parceiro comercial da União Europeia na Ásia depois da China, e o vinho está entre as exportações mais importantes do bloco comercial para o país. No ano passado, a Europa exportou cerca de 1,7 milhão de hectolitros de vinho no valor de 798 milhões de euros para os japoneses.

As medidas, porém, não terão efeito imediato e estão sujeitas à aprovação legislativa. Vale lembrar que o Japão assinou um acordo de livre comércio com o Chile em 2007, o que ajudou a tornar o Chile o maior exportador de vinhos para o país.