Ambiente no Templo da Boa Vontade é destinado à prece e meditação

Espaço faz alusão ao antigo Egito

LBV

Na capital federal, todas as quintas-feiras, às 19 horas, na Sala Egípcia do Templo da Boa Vontade, acontece a meditação guiada. É o momento para aprender exercícios meditativos e usufruir de seus benefícios, os quais promovem bem-estar, felicidade, melhoria da memória, da capacidade de concentração, da criatividade, eleva a autoestima e reduz os níveis de estresse, controle das emoções para uma vida equilibrada, autoconfiança e mais energia para as atividades diárias.

Sala Egípcia do TBV

15447044775ce6ae0a7a5c0598e2ace8d091401fdfInaugurada pelo fundador do Templo da Boa Vontade (TBV), José de Paiva Netto, a Sala Egípcia do Templo da Boa Vontade (TBV), traz o fascínio dessa exuberante civilização. Quem tem o privilégio de visitá-la, encontra histórias e ensinamentos do antigo Egito unidos à Paz e tranquilidade que o ambiente emana.

Logo na entrada do local, está a seguinte inscrição em hieróglifos: “Os mortos não morrem” — máxima de Paiva Netto –  em exaltação à Vida Eterna, como acreditavam os egípcios. Antes de descer as escadas da sala, que fica no subsolo, o visitante se depara com três exuberantes esculturas, em fibra de vidro, de Ramsés II, responsável por um dos reinados mais notáveis da História do antigo Egito.

Outros afrescos caracterizam a sala, como reproduções da grande esfinge Gizé, o próprio Vale de Gizé com as três pirâmides: Quéops, Quéfren e Miquerinos, a fachada do Templo Abu Simbel e a mobília da época, peças reproduzidas pelo artista plástico e escultor Marciel Oehlmeyer (1958-2012). Tudo isso, em auxílio à harmonização do ambiente, voltado ao restabelecimento das forças vitais do ser, no encontro da paz interior.

Serviço:

Evento: Meditação

Dia e horário: Às quintas-feiras, às 19 horas

Local: Sala Egípcia do Templo da Boa Vontade

Endereço: Quadra 915 Sul — Brasília/DF

Entrada: gratuita

Informações: (61) 3114-1070