As mulheres do mundo

Festa em homenagem às mulheres
Cosete Ramos Gebrim, presidente da AMA Brasília.
Cosete Ramos Gebrim, presidente da AMA Brasília.

Liz Lôbo

A Aliança das Mulheres que Amam Brasília (AMA Brasília) promoveu uma grande homenagem às senhoras de vários países no dia 29 de março, no Palácio do Buriti. As cerca de 200 participantes usaram trajes típicos e adereços, mostrando a vestimenta feminina em diferentes partes do mundo. As diretoras Ivelise Longhi e Tathyny Kefalas, e a presidente da organização, Cosete Ramos, foram as responsáveis pela segunda edição do encontro, que teve como tema A Mulher como Obra de Arte.

AMA10Diversas embaixatrizes, associadas do AMA, a primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha, a esposa do vice-governador, Ana Paula Hoff, e a secretária da Mulher, Ericka Filippelli prestigiaram o evento. Também estava presente a eterna primeira dama Zely Ornellas de Souza. Mayara Noronha foi convidada para ser presidente de honra da AMA Brasília. “É um grupo que carrega o amor por Brasília no próprio nome. Fiquei encantada pela atuação e pela paixão que todas apresentam”, disse.

AMA12“Nós nos propomos a cuidar de Brasília em três pilares: a valorização da mulher, a natureza e a cultura”, explicou Cosete Ramos, pioneira e fundadora da aliança, que realiza uma série de ações sociais. Desde que foi criada, em junho de 2017, a AMA Brasília promoveu encontros do programa Educação para a Água que antecederam o 8º Fórum Mundial da Água,  no ano passado, em Brasília.

Alunos do CEF 15, do Gama
Alunos do CEF 15, do Gama

A banda do Corpo de Bombeiros Militar do DF foi a atração musical da tarde festiva. Alunos do CEF 15, do Gama, também participaram com a apresentação, em sketches criativos,de  quadros pintados por 10 artistas de diferentes países, nos quais a mulher é o foco principal. Houve ainda um desfile que elegeu as melhores roupas típicas. Além disso, durante um lanche oferecido pela associação, o público teve a oportunidade de apreciar a exposição dos alunos do CEF 15, que fizeram uma releitura das obras de arte destacadas no evento.

Entre as peças representadas, destacaram-se a célebre Mona Lisa (de Leonardo da Vinci), os autorretratos da pintora mexicana Frida Kahlo e as mulheres pintadas por Fernando Botero. Os estudantes também lembraram a pintora brasileira Tarsila do Amaral, um dos ícones da Semana de Arte Moderna de 1922.

História – Em 18 meses de criação, a aliança reúne hoje quase 200 mulheres. Para fazer parte da AMA Brasília, é necessária a indicação de uma madrinha, ou seja, alguma embaixatriz que já faça parte do grupo. O requisito básico para integrar o grupo é ter uma história e uma atuação relevante para a construção da cidade em sua área de atuação.