Benim comemora seus 58 anos de independência com otimismo

Presidente de Benin Patrice Talon
Presidente de Benin Patrice Talon na tv

Presidente do país africano deixou uma mensagem de encorajamento pedindo a todos compatriotas que acreditem no futuro e no crescimento econômico da nação que é a 146º maior economia de exportação no mundo.

Raquel Pires

A Embaixada do Benim sediou, em Brasília, na última sexta-feira (03), a festa pelo 58º aniversário de independência da país, oficialmente, 1º de agosto de 1960.  A data marca a conquista da soberania diante da França. Entre os presentes estavam embaixadores de outras missões, membros do governo brasileiro, beninenses, amigos e jornalistas.

O Embaixador do Benin no Brasil Boniface Vignon,
O Embaixador do Benin no Brasil Boniface Vignon,

O Embaixador do Benim no Brasil Boniface Vignon, recebeu seus convidados de braços abertos e anunciou a mensagem enviada pelo presidente Patrice Talon, para todos os presentes na cerimônia. O diregente ressaltou os esforços que o país vem fazendo para crescer e evoluir ao longo dos anos, já que desde 1963, o país mergulha na instabilidade política, com seis sucessivos golpes militares.

Presidente de Benin Patrice Talon
Presidente de Benin Patrice Talon

Em sua fala, o presidente beninense listou uma parte dos esforços que vem fazendo para transformar o país, que em suas palavras, está em plena transformação. “Embora o desenvolvimento de um país requeira um tempo, o sucesso está próximo. As conquistas estão gradualmente ocorrendo, como metas que tangem à energia elétrica programa de abastecimento de água potável, pavimentação, segurança nas cidades, campos e estradas, mesmo ainda tendo muito o que fazer.

Por estar passando por uma transição e reconstrução importante após anos de golpes militares, o Benim vem fazendo diversas reformas e algumas delas vem sendo propostas pelo parlamento, como pontuou o presidente Talon na sua mensagem. Algumas envolvem pena de morte e representação feminina na política.

“É em espirito voluntarista que as iniciativas tomadas por nossos deputados apresentam Propostas de Emenda à Constituição, resumidas em quatro pontos: a abolição da pena de morte; a criação de um Tribunal de Contas do país; melhorar a participação feminina na Assembleia Nacional e reagrupar as eleições sem questionar a duração do mandado do Presidente de República”, listou o presidente Patrice Talon.

Os convidados acompanharam o discursos do presidente do Benin
Os convidados acompanharam o discursos do presidente do Benin

O chefe do país reafirmou que a inciativa de deixar o presidente no poder sem levantar questões foi relevante e de alta adesão entre os deputados e parte da opinião pública. Patrie Talon encerrou a mensagem declarando a vontade de fazer do Benim um grande país e desejando um bom Dia da Independência a todos os beninenses.

Embaixador Boniface Vignon
Embaixador Boniface Vignon

História – Benim, localizado na região ocidental da África, teve como seu primeiro presidente Hubert Maga. Foi sede de um dos grandes reinos africanos medievais, conhecido pelo nome de Daomé. Os portugueses chegam no território no século XVI, ao mesmo tempo em franceses e holandeses estabeleceram postos comerciais ao longo da costa, negociando armas e escravos, prática que durou até 1848.

Anos depois, os franceses assinaram tratados com os chefes locais, estabelecendo um protetorado que se tornou a colônia do Daomé Francês, parte da África Ocidental Francesa, em 1904. Em 1 de agosto de 1960, a República do Daomé ganhou independência total da França e, em 1975, o país mudaria seu nome para Benim, referência à baía de mesmo nome, no litoral do país. Benim faz fronteira com o Burkina Faso, o Níger, a Nigéria e o Togo por terra e o Gana por mar.

IMG_5511IMG_5410

 

IMG_5446        IMG_5452

IMG_5455       IMG_5460

IMG_5533IMG_5421IMG_5424IMG_5444IMG_5416Benin30 Benin31Benin26Benin17Benin10