Dubai atraiu mais de 8 milhões de turistas no 1º semestre

O emirado bateu recorde de visitantes internacionais de janeiro a junho de 2018. A movimentação do setor de turismo em 2017 foi de US$ 29,6 bilhões.

ANBA

O Departamento de Turismo e Marketing de Dubai (Dubai Tourism), nos Emirados Árabes Unidos, divulgou nesta quarta-feira (01) que o emirado recebeu 8,1 milhões de turistas no primeiro semestre de 2018, um recorde de visitantes. A movimentação do setor em 2017 foi de US$ 29,6 bilhões (109 bilhões de dirhams).

Os principais países emissores de visitantes ao emirado continuam sendo Índia, Arábia Saudita e Reino Unido, respectivamente, que mantiveram suas posições em relação ao primeiro semestre de 2017. A Índia segue em primeiro lugar, ultrapassando a marca de 1 milhão de turistas no semestre, um aumento de 3% no comparativo com o ano anterior.

A Arábia Saudita registrou um pequeno aumento no número de turistas e permanece o maior país emissor do Golfo. A China tem registrado aumento no volume de visitantes e terminou o primeiro semestre na quarta colocação, com 453 mil turistas. A Rússia foi o país emissor com maior crescimento no período, chegando a 74% em relação ao ano passado, com 405 mil visitantes.

Tanto os chineses quanto os russos vêm se beneficiando da facilitação de vistos aos Emirados desde 2016 e 2017, respectivamente. Estados Unidos e Alemanha também mandaram mais turistas a Dubai e permanecem na sétima e oitava posições, com 327 mil e 302 mil pessoas, nessa ordem.

O diretor geral do Dubai Tourism, Helal Saeed Almarri, disse à Emirates News Agency (WAM), agência de notícias oficial dos Emirados, que os primeiros seis meses de 2018 sustentaram um desempenho estável, demonstrando um forte crescimento nos mercados emissores globais. “A diversidade na oferta turística de Dubai tem evoluído de forma consistente, respondendo de forma ativa e prudente à demanda do mercado, e aumentando a atratividade do emirado entre o público-alvo em nossos principais mercados”, completou.

De uma perspectiva regional, a Europa Ocidental contribuiu com 21% do volume de visitantes, mantendo a posição de maior fonte de visitantes. França, Itália e Alemanha cresceram 18%, 11% e 12%, respectivamente, o que indica que os esforços de marketing de Dubai estão funcionando para ampliar o segmento de viajantes europeus.

“Continuamos dedicados a atrair um número recorde de visitantes a Dubai, aumentando assim o impacto do setor turístico na economia do emirado”, disse Almarri. De olho no segundo semestre de 2018 e buscando áreas adicionais de crescimento para o setor de turismo, a recente iniciativa do emirado de implementar o reembolso de Imposto sobre Valor Agregado (IVA) para turistas também deve garantir a competitividade do setor e impulsionar sua contribuição com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) local.

Até o final de junho de 2018, Dubai tinha 111.317 quartos de hotéis distribuídos em 700 estabelecimentos, um aumento de 7% em relação ao mesmo período do ano passado. Com a crescente demanda por hotéis de médio porte operando em Dubai, houve um aumento nos hotéis 4 estrelas, de 114 para 138 propriedades. A ocupação dos hotéis também vem crescendo ano a ano, com um total de 14,97 milhões de diárias no primeiro semestre deste ano, comparado a 14,53 milhões durante o mesmo período de 2017.