Embaixador Norbert Konkoly se despede de Brasília

Hungria14Súsan Faria

Fotos: Eliane Loin

O diplomata húngaro, que deixa a capital para servir em Moscou, faz  balanço positivo das relações bilaterais e comemora o crescimento das exportações  para o Brasil.

Norbert Konkoly, após quatro anos em Brasília, assume novo posto na Rússia. Ele reuniu amigos de várias partes do país, colegas diplomatas e parceiros, em 29 de junho, para uma despedida na sede diplomática. Ele agradeceu a colaboração de todos e fez um balanço das conquistas realizadas durante o período em que ficou no Brasil. Sua substituição deve ocorrer até setembro deste ano.

Hungria13O embaixador relembrou os encontros e esforços conjuntos para aproximar Hungria e Brasil. Disse estar feliz em poder relatar que esses trabalhos foram bem sucedidos. Segundo ele, nesses últimos quatro anos, aconteceram muitos fatos importantes, como a vinda do presidente húngaro, János Áder, por duas vezes ao Brasil. A última delas, em março deste ano, quando apresentou relatório – relativo a gestão de águas – durante o Fórum Mundial da Água, em Brasília. Naquela oportunidade ele se encontrou com o presidente Michel Temer e presidentes de outros países. Junto com o Áder, estiveram líderes, ministros entre outras autoridades húngaras.

Norbert Konkoly destacou que a diplomacia não é para champanhe e tapete vermelho, mas hoje para tratar de números, de investimentos, de exportações, de transferências de tecnologias, o que ele considera um sucesso aqui no Brasil. “A exportação da Hungria para o Brasil cresceu muito: 32%, encerrando em 28% no ano passado”, informou. O embaixador disse que seu país recebeu muitas visitas dos colegas do Itamaraty e que 2.300 estudantes brasileiros estiveram nas universidades húngaras, o que, a seu ver, é investimento no futuro.

Hungria17“É uma alegria para mim – afirmou -ver que a comunidade húngara – representada aqui por húngaros no Rio de Janeiro, São Paulo e de Brasília – é muito forte. São 80 mil ou 100 mil pessoas (entre húngaros e descendentes) e elas contribuem para o desenvolvimento do país e de nossas relações bilaterais”. A seu ver, essa comunidade merece todo o seu respeito, porque apesar da distância grande entre os dois países, essa comunidade mantêm os costumes e a língua, apesar das dificuldades da língua húngara.

Por último, o diplomata comentou: “eu adoro a cidade de Brasília e socialmente o Lago Paranoá onde comecei a fazer stand up pedal. Outra prova da paixão pelo Brasil é que comecei a gostar de farofa. Agradeço o carinho, a amizade, a cooperação e o esforço de todos”, disse. Em seguida, foi servido um jantar com pratos, sobremesas e vinhos húngaros, além da tradicional caipirinha brasileira.

Biografia – O embaixador Norbert Konkoly, 50 anos, é casado e tem três filhos.  Já trabalhou antes em Portugal, Reino Unido e Canadá. Estudou Comércio Exterior e fez pós-graduação em Economia em Budapeste.  Cursou mestrado em Relações Internacionais em Moscou e especializou-se em desarmamento, em Nova Iorque, Genebra e Viena. Fala português, inglês, russo e francês, além do húngaro.

HungriaHungria15Hungria5Hungria7Hungria8Hungria9Hungria10

Hungria6Hungria4Hungria12Hungria16Hungria1