EUA têm deficit de US$ 419 bilhões no comércio com a China em 2018

Comex do Brasil

O déficit comercial de bens dos Estados Unidos (EUA) com a China registrou recorde em 2018, apesar dos esforços do presidente Donald Trump para reduzi-lo. O salo negativo dos EUA no intercâmbio comercial com a China foi de US$ 419,1 bilhões, um aumento de 11,6% em comparação ao ano anterior e o maior valor já registrado.

O Departamento de Comércio americano informou, na quarta-feira 6), que o déficit comercial dos Estados Unidos no ano passado foi de US$ 878,7 bilhões, o valor mais alto já registrado. Isso representa aumento de 10,4% em relação ao ano anterior. O forte consumo gerado por grandes reduções de impostos foi responsável pelo aumento.

O governo Trump impôs altas tarifas sobre importações de produtos chineses, em um processo gradual que começou em março do ano passado. Entretanto, as importações continuaram a crescer, enquanto as exportações diminuíram, afetadas pelas medidas retaliatórias da China.

Trump tem pressionado os chineses para que eliminem todas as tarifas sobre produtos agropecuários americanos.