Evento reúne artesãos de 16 países

Liz Lôbo

Fotos: Eliane Loin

Peças artesanais do México, Egito, Síria, Turquia, entre outras nacionalidades podem ser adquiridas na 11ª Feira Internacional de Artesanato (Finnar) que estará aberta ao público até dia 23 de abril, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.O evento reúne mais de 700 artesãos de 20 estados brasileiros e de outras 15 nações, além de palestras, workshops, oficinas e shows. A feira sempre acontece nas proximidades do aniversário de Brasília, como parte das celebrações. O ingresso custa R$ 10 (inteira), para todas as idades.

A programação não se restringe à visita aos estandes de artesanato. Na próxima quarta (19), às 17h, os chefs Sebastian Parole, Alexandre Albanese e David Lechtig fazem uma aula show. O tema são as “pimentas do mundo”, de acordo com a organização. Em 2016, mais de 100 mil pessoas passaram pelos estandes. A programação completa pode ser vista no site da feira.

O governo de Brasília apoia a iniciativa por meio da Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer. Além de conceder espaço para o evento, a pasta dará oportunidade aos profissionais cadastrados para comercializar produtos na feira. “A Finnar é uma vitrine do artesanato brasileiro”, ressaltou uma das organizadoras, Hilda Alves.

 

Finnar17Os irmãos sírios Rana e Antonios Obied estão expondo caminhos e toalhas de mesa da Síria. Há 20 anos morando no Brasil, eles comercializam produtos vindos do país deles e há um ano e meio montaram um restaurante sírio em Águas Claras. Por causa da guerra, há seis anos não visitam a família na Síria. “Estamos com boa expectativa de venda”, disse Rana. Finnar16O embaixador da Síria no Brasil, Ghassan Nseir, (beje) visitou o estande deles depois de fazer um passeio pela feira.

Finnar30O artesão Muhammad Sardar, do Paquistão, está morando em Brasília há sete anos. Ele comercializa blusas e sapatos paquistaneses que espera agradar os visitantes. “Quero vender bastante”, afirmou.

Finnar1

Finnar21Já Shaeiky Mame mora no Senegal, mas há cinco anos participa de feiras no Brasil onde comercializa roupas que trás do país dele.

O artesanato em Brasília – De acordo com a Secretaria Adjunta de Turismo, o artesanato de Brasília é o quinto do País em número de artesãos cadastrados. No ano passado, 751 novas carteiras de artesão foram emitidas e 544, renovadas. Desde abril de 2015, 2.258 se credenciaram na secretaria. Hoje, ao todo, são 9.169. Ter o documento em dia é requisito para participação em eventos apoiados ou promovidos pelo governo de Brasília. Em 2016, dos profissionais credenciados, 1.689 atuaram em 98 iniciativas, comercializando cerca de R$ 935 mil, além dos valores de encomendas feitas individualmente.

Programe-se

» 11ª Feira Internacional de Artesanato (Finnar)

» Centro de Convenções Ulysses Guimarães

» De hoje a 23 de abril

» Aos feriados, sábados e domingos, funcionará das 11h às 22h. Nos dias de semana, das 16h às 22h. Ingressos à R$ 10 (inteira)

» Classificação livre

Finnar11Finnar12Finnar14Finnar10Finnar19
Finnar20

Finnar22Finnar18

Finnar2Finnar5
Finnar25

Finnar6