Exportação de artesanato do Marrocos aumenta 18%

Vendas externas somaram quase US$ 70 milhões de janeiro a outubro, segundo o Ministério do Turismo do país.

ANBA

As exportações de artesanato do Marrocos somaram 665 milhões de dirhans (US$ 69,66 milhões) de janeiro a outubro, um crescimento de 18,4% sobre o mesmo período do ano passado, segundo o Ministério do Turismo, Transporte Aéreo e Economia Social. As informações foram publicadas nesta segunda-feira (03) pela agência de notícias Maghreb Arabe Presse (MAP).

Os itens mais cresceram foram mantas, que registraram um aumento de 86% nas vendas e ultrapassaram os objetos de cerâmica (foto acima) e pedra, que ficaram na segunda colocação, com um crescimento de 61% nos embarques. Itens de ferro forjado ficaram na terceira posição, com um avanço de 51% nas exportações.

Aumentaram também as vendas externas de objetos de latão (41%), artefatos de madeira (33%), bijuteria (28%), cestaria (27%) e tapetes (3%). Em termos de participação, os itens de cerâmica e pedra, as roupas tradicionais e os tapetes representaram metade do total exportado, com fatias de 21%, 15% e 14%, respectivamente.

As vendas à Europa aumentaram 15% no período, com destaque para a França, Itália e Espanha. Fora da Europa, destaque para as vendas à Ásia, para a China em especial, para os Estados Unidos, Canadá e países árabes.

As demais nações árabes são o segundo maior mercado do Marrocos neste setor, atrás apenas da Europa. Os Estados Unidos aparecem em terceiro lugar.