Gastronomia faz parte do “show” no Turismo

Estande do Ministério do Turismo na 46ª ABAV Expo valoriza culinária brasileira e convida chefs para preparar receitas com ingredientes da agricultura familiar

Fogão a postos e arquibancada cheia. Foi assim que a Cozinha Show, para fazer jus ao nome, protagonizou um espetáculo de sabores no primeiro dia de atividades do estande do Ministério do Turismo na 46ª Abav Expo Internacional. A especialidade da “casa” é fugir do paladar comum: já pensou em experimentar um refogado de cogumelos com queijo canastra e geleia de jabuticaba? Essa foi uma das receitas apresentadas pelo chef de cozinha Leo Coalhada, de Teresópolis (RJ), que ganhou todos os elogios da plateia nesta quarta-feira (26) durante a maior feira de turismo do Brasil, na capital paulista.

“É maravilhoso ver que não há a necessidade de elaborar muito para se fazer algo gostoso. O Leo fez o prato em minutos e o resultado me surpreendeu, até porque não sou muito fã da mistura do doce com o salgado. Adorei o espaço, a iniciativa e voltarei com certeza para aprender mais e provar outras delícias”, disse a estudante de Turismo Juliana Paiva, de 25 anos, após participar da apresentação no espaço do MTur.

Além de oferecer comidas típicas e combinações exóticas, o foco da atração é mostrar que todos os ingredientes utilizados nas receitas são oriundos da agricultura familiar, e que isso faz toda a diferença no resultado final do prato. “Comida precisa agregar valor e o valor que vai nos meus pratos começa lá atrás, no produtor”, destacou o chef Leo Coalhada. A proposta da Cozinha Show é valorizar iniciativas de gestão compartilhada da propriedade, onde a atividade produtiva agropecuária seja a principal fonte geradora de renda.

O espaço é uma amostra de que a atividade turística vai muito além da gastronomia e da boa mesa: ela é fundamental para os pequenos negócios no Brasil. O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, visitou a Cozinha Show e projetou com otimismo o futuro da gastronomia nacional. “A agricultura familiar é um dos pilares do turismo e vai ajudar ainda mais a criar as referências de qualidade que alavancam a nossa culinária como atributo turístico”, avaliou.

ESPETÁCULO DE SABORES – Aberta ao público, a cozinha do estande do MTur é destinada à demonstração de pratos típicos da culinária brasileira, com a utilização de ingredientes da agricultura familiar elaborados pelos chefs convidados: Teresa Corção, Cláudia Vasconcelos, Leo Coalhada, Zeca Amaral, Gabriel Gaeta, Jane Pereira e Elói Leite. Oferece também uma degustação de cafés especiais, apresentada pelos baristas André Sanches e Rui Oliveira.

A variedade e a diversidade da comida brasileira incrementa a competitividade dos destinos. Em pesquisa anual do Ministério do Turismo, a culinária do Brasil recebeu avaliação positiva de 95,7% dos turistas estrangeiros que visitaram o país em 2017, confirmando sua importância como diferencial de atratividade. Além disso, cerca de 10% do total de eventos inscritos no Calendário de Eventos do MTur são voltados para a gastronomia, confirmando  a capacidade que a boa mesa tem de estimular o fluxo turístico regional. “É um atrativo tão importante para o turismo quanto as praias, cidades históricas e atrativos culturais dos destinos”, conclui o ministro Vinicius Lummertz.