Jordânia espera receber 10% mais turistas do Brasil em 2019

O Conselho de Turismo da Jordânia aposta em nova estratégia para fazer com que brasileiros permaneçam mais tempo no país árabe

Thais Sousa

O Conselho de Turismo da Jordânia (JTB, na sigla em inglês) está trabalhando para elevar o número de turistas brasileiros no país árabe em 2019. “Nós temos a meta de elevar pelo menos 10% o número de turistas brasileiros”, declarou o gerente de Marketing do conselho, Majd Abu Arqub, durante evento (foto acima) realizado no auditório da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, em São Paulo, na semana passada.

Segundo dados do Ministério do Turismo da Jordânia, em 2017 mais de 13,3 mil brasileiros passaram pelos principais destinos turísticos do país. Ao longo do mês de março de 2019, representantes do JTB visitaram quatro capitais brasileiras para promover a Jordânia como destino. Os eventos receberam jornalistas e influencers do setor. A nova estratégia para incentivar o turismo tem também por objetivo fazer com que brasileiros passem mais tempo no país.

Após um período sem representação no Brasil, o JTB anunciou a empresa Global Vision Access Marketing e Comunicação em Turismo (GVA) como representante em solo brasileiro. “Queremos aumentar a quantidade de dias dessas pessoas na Jordânia. E fazer com que elas não passem só um dia, o full day, mas que elas fiquem hospedadas e conheçam mais do país”, explicou Renata Rimbano, gerente de relacionamento da GVA, durante o Road Show em São Paulo.

O marketing do país árabe foca, agora, em pacotes com no mínimo oito dias, para que o viajante conheça cidades além de Petra, já conhecido destino local. Petra registrou 11.751 dos mais de 13.000 visitantes brasileiros na Jordânia em 2017, segundo o Ministério do Turismo do país.

“Nós começamos a dominar o mercado no Brasil e no nosso primeiro Road Show viajamos por Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte e São Paulo. Nos encontramos com jornalistas e pessoas da Igreja para falar sobre as atrações da Jordânia e o interesse de turismo do Brasil na Jordânia”, afirmou Arqub à ANBA. Há intenção também de divulgar o turismo religioso. Durante a viagem, ele identificou que os brasileiros têm grande interesse em visitar o país, mas ainda têm pouco acesso à informação. “É esse o objetivo da nossa visita ao Brasil”, concluiu.