Mercosul e Egito assinam acordo de livre comércio

Itamaraty anuncia a entrada em vigor do Acordo de Livre Comércio que vai beneficiar 100 milhões de consumidores

 Ana Cristina Dib

Brasília – O Ministério das Relações Exteriores divulgou nota comunicando a entrada em vigor na data de hoje (1º.) do  Acordo de Livre Comércio entre o Mercosul e a República Árabe do Egito. O decreto de promulgação será encaminhado à Casa Civil para assinatura do presidente da República.

De acordo com o Itamaraty, com a entrada do Acordo em vigor, o Mercosul e o Brasil garantem seu acesso facilitado a um mercado de 100 milhões de consumidores. O acordo cria novas oportunidades para exportações brasileiras de produtos como frango, café solúvel, papel, automóveis e autopeças, entre outros.

Em sua nota, o Ministério destaca que o acordo prevê eliminação imediata das tarifas de importação para 26% do universo tarifário do Mercosul e 31% do universo tarifário egípcio. Ao final de dez anos, 99% do universo tarifário do Mercosul e 97% do universo tarifário do Egito estarão totalmente desgravados.

As exportações brasileiras para o Egito somaram US$ 1,77 bilhão em 2016, o que corresponde a cerca de 20% do total exportado pelo Brasil para a África. Os principais itens exportados pelo Brasil foram carne bovina, açúcar, milho, minério de ferro e frangos. As importações brasileiras do Egito somaram US$ 94 milhões em 2016. Os principais produtos importados do Egito foram fertilizantes, nafta e azeitonas.