Ministério elabora plano para garantir mais segurança ao turista

Estratégia vai reunir colaboração de representantes das forças policiais especializadas no atendimento espalhadas pelo Brasil

Por Darse Júnior

Após visitas técnicas em delegacias e batalhões de polícia especializados no atendimento ao turista neste domingo (24) e nesta segunda-feira (25), em São Paulo e no Rio de Janeiro, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, determinou que a área técnica da Pasta reúna os representantes das forças de segurança para uniformizar procedimentos e compartilhar boas práticas. A ideia é promover um seminário para montar um plano nacional de segurança turística. O ministro estava acompanhado pelos secretários nacionais de Integração Interinstitucional, Bob Santos; de Desenvolvimento e Competitividade, Aluizio Malab; e de Estruturação do Turismo, Robson Napier.

“Esse é um tema fundamental para garantir que a experiência turística dos nossos visitantes seja satisfatória, que falem bem dos nossos destinos e queiram voltar”, comentou o ministro do Turismo. Além de terem policiais e agentes que falam outros idiomas, as delegacias especializadas têm procedimentos especiais para garantir que as denúncias tenham andamento mesmo com o retorno dos visitantes às suas cidades. “Os turistas preenchem as denúncias no seu idioma e fazem o reconhecimento dos bandidos nos catálogos que temos”, comentou a titular da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo, Bianca Lima. Ela frisou que é a primeira vez que um ministro do Turismo faz uma visita institucional à delegacia.

Antes da visita técnica às forças de segurança da capital carioca, o ministro se reuniu com representantes dos principais segmentos turísticos no Rio de Janeiro. Na pauta, as medidas defendidas pelo titular da Pasta em reunião com o presidente Jair Bolsonaro na última quarta-feira, para que o Brasil desenvolva todo o seu potencial turístico – entre elas, a criação de áreas especiais de interesse turístico e a transformação da Embratur em agência.

O secretário de Turismo do Estado do RJ, Otávio Leite, reforçou a importância do trabalho que Marcelo Álvaro Antônio tem feito à frente do MTur. “Em menos de dois meses, o ministro já conseguiu avançar em temas importantes como a isenção de vistos para países estratégicos”, comentou o secretário. Na última semana, o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, acenou positivamente para o fim do visto nos EUA, Canadá, Austrália e Japão. Marcelo Álvaro Antônio defendeu também a criação de visto eletrônico para turistas chineses e indianos, medida que vai ser analisada pelo Itamaraty.

O presidente da Riotur, Marcelo Alves, defendeu que, em paralelo à retirada de barreiras para os turistas estrangeiros, seja reforçada a promoção dos destinos turísticos nacionais. “Temos de melhorar a nossa participação em feiras internacionais e a divulgação dos nossos destinos em pontos estratégicos” afirmou.

EM BUSCA DE INVESTIDORES – Antes de embarcar para o Rio de Janeiro, o ministro se reuniu com representantes da Cidade Matarazzo e firmou o compromisso de participar do maior evento imobiliário do mundo, o MIPIM 2019 (Marché International des Professionnels de l’Immobilier, em francês), de 12 a 15 de março, em Cannes, na França. A ideia é, em parceria com os empreendedores que estão investindo R$ 2 bilhões no coração de São Paulo, mostrar o Brasil como uma plataforma de investimento.