[:pb]Namibia celebrates its independence and the friendship with Brazil[:]

Embaixador Samuel Nuuyoma brindando com Fernando José Marroni de Abreu, Subsecretário-geral de assuntos políticos do Ministério das Relações Exteriores.

[:pb]

Embaixador da República da Namíbia; Samuel S. Nuuyoma
Embaixador da República da Namíbia; Samuel S. Nuuyoma

            The newly arrived ambassador of Namibia, Samuel Nuuyoma has been officially presented to the diplomatic community in Brasilia on Monday (21) during the party celebrating the 26th anniversary of independence of the country. Nuuyoma assumed the ambassadorial role in Brazil on January 17. In his speech, the ambassador spoke about the growth of Namibia, the bilateral relations with Brazil, the economy and Brazilian companies that was opened there. The event, at Porto Vitória, in Brasilia, brought together diplomats, civil servants and guests.

            In his speech, the diplomat highlighted that Namibia and Brazil maintain excellent bilateral relations. “In fact, Brazil is an active partner in the social-economic development of our country, it is an important partner in building the development of Namibian human capacity. Together, we continue to seek areas of cooperation to benefit the two countries and their people”.

            The diplomat attributed great importance to Brazil-Africa relations, particularly in the SACU-MERCOSUR Cooperation, the Zone of Peace and Cooperation of the South Atlantic (ZOPACAS) and Africa South America (ASA) because he believes that these mechanisms will strengthen Africa-South America cooperation.

            Namibia, according to the ambassador, is a politically stable democratic country with leaders that struggle to eradicate poverty to which they have “declared war”. The country has also achieved great development. “Since independence, our GDP ranged between 5% and we managed to keep our debt below 5%” said Nuuyoma.

            Economy – Inflation in Namibia has only one digit, ranging between 4-6%, as informed the ambassador. The foreign debt is small and most of the debt is secured by local institutions, according to Nuuyoma. Global credit rating agencies such as Fitch and Standard & Poor’s have been consistainly assigned triple B rating (BBB +) which is the confirmation that the country enjoys a good economic management and credit quality.

            The ambassador Samuel Nuuyoma, in his speech, also made an invitation to Brazilian investors to participate in the International Conference on Investment in Namibia, scheduled to happen on May 12 and 13 2016 in Windhoek. Namibia is open for business in all sectors, according to the diplomat.

            “I would be failing in my duty if I did not praised Brazilian companies that are being established and those that are already in operation in Namibia. Therefore, I would like to encourage Brazilian companies to explore the Namibian market”, discoursed Nuuyoma.


Namíbia comemora independência e amizade com o Brasil

O recém-chegado embaixador da Namíbia, Samuel Nuuyoma, apresentou-se oficialmente à comunidade diplomática de Brasília nessa segunda-feira(21), durante a festa de comemoração do 26º Aniversário de Independência daquele país. Nuuyoma assumiu a função de embaixador no Brasil em 17 de janeiro. Em seu discurso, o embaixador falou sobre o crescimento da Namíbia, sobre as relações bilaterais com o Brasil, da economia e das empresas brasileiras abertas naquele país. O evento, no Porto Vitória, em Brasília, reuniu diplomatas, servidores públicos e convidados.

Em sua fala, o diplomata ressaltou que a Namíbia e o Brasil mantêm excelentes relações bilaterais. “De fato, o Brasil é um parceiro ativo no desenvolvimento sócio-econômico do nosso país, é um importante parceiro na edificação do desenvolvimento da capacidade humana da Namíbia. Juntos, nós continuamos a buscar áreas de cooperação a fim de beneficiar os nossos dois países e os seus povos“.

O diplomata atribuiu grande importância às relações Brasil-Africa, particularmente à Cooperação SACU-MERCOSUL, à Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZOPACAS) e à África América do Sul (ASA), pois acredita que esses mecanismos fortalecerão a cooperação África – América do Sul.

A Namíbia, segundo o embaixador, é um país politicamente estável, democrático, cujos dirigentes lutam pela erradicação da pobreza a quem “declararam guerra”. O país também tem alcançado grande desenvolvimento. “Desde a independência, nosso PIB variou entre os 5%, enquanto nós conseguimos manter a nossa dívida abaixo de 5%”, disse Nuuyoma.

 Economia – A inflação na Namíbia tem apenas um dígito, variando entre 4-6%, conforme informou o embaixador. A dívida externa é pequena e a maioria das dívidas é assegurada por instituições locais, de acordo com Nuuyoma . As agências de notação de crédito mundiais como a Fitch e a Standard & Poor têm atribuído de forma consistente a classificação triplo B (BBB+) que é a confirmação de que o país usufrui de uma boa gestão econômica e de qualidade de crédito.

O embaixador Samuel Nuuyoma, em seu discurso, também fez um convite para que os investidores brasileiros participem da Conferência Internacional de Investimento da Namíbia, prevista para os dias 12 e 13 de maio de 2016 em Windhoek. A Namíbia está aberta para negócios em todos os setores, segundo relatou o diplomata

“Eu estaria faltando ao meu dever se eu não elogiasse as empresas brasileiras que estão se estabelecendo e aquelas que já estão em funcionamento na Namíbia. Assim sendo, eu gostaria de incentivar as companhias brasileiras a explorar o mercado namibiano”, discursou Nuuyoma.

Embaixador do Egito Alaa Roushdy e embaixador da Índia Sunil Lal
Embaixador do Egito Alaa Roushdy e embaixador da Índia Sunil Lal
Sérgio Ricardo Rosset, Consul da Namíbia, embaixador Samuel S. Nuuyoma e Ricardo Latkani
Sérgio Ricardo Rosset, Consul da Namíbia, embaixador Samuel S. Nuuyoma e Ricardo Latkani
Embaixado de Angola Nelson Cosme, Fernando José Marroni de Abreu, Subsecretário-geral de assuntos políticos III ( Africa e Oriente Médio), Nedilson R. Jorge Embaixador diretor do departamento da África.
Embaixador de Angola Nelson Cosme, Fernando José Marroni de Abreu, Subsecretário-geral de assuntos políticos, Nedilson R. Jorge Embaixador diretor do departamento da África.

 

Embaixador da República do Congo, Louis Sylvain Goma, Ricardo Latkani, embaixador da Namíbi Samuel Nuuyoma e o deputado federal Eros Biondine (PROS / MG)
Embaixador da República do Congo, Louis Sylvain Goma, Ricardo Latkani, embaixador da Namíbi Samuel Nuuyoma e o deputado federal Eros Biondine (PROS / MG)

 

Embaixador da Tunisia, Sabri Bachtobji, embaixador do Gabão Jérôme Angouo e embaixador do Benin, Mr Isidore Benjamin Amedee Monsi
Embaixador da Tunisia, Sabri Bachtobji, embaixador do Gabão Jérôme Angouo e embaixador do Benin, Mr Isidore Benjamin Amedee Monsi
As jornalistas Luzia Câmara e Wilma Magalhães
As amigas Luzia Câmara e Wilma Magalhães

 [:]