Nepal celebrates Dashain

Nepal4The longest and most important festival on the Nepalese calendar, with prayers and offerings for Durga, the Universal Mother Goddess, ends this Thursday (05)

Nepal7During the month of Kartik, from September 21 to October 5, the people of Nepal indulge in Dashain celebrated by people of all castes and creeds all over the country. The fifteen days of celebration end on the night of the Full Moon, during which time the population promotes family reunions, exchange of gifts and blessings. On September 20, the country also celebrated other important data, the Constitution Day, promulgated just two years ago, after ten years of work .

Nepal1To talk about this moment in Nepal, Embassy Brasília magazine interviewed the country’s ambassador in Brazil, Tara Prasad Pokharel. Married, father of two girls, public administrator, master in international politics and graduate in public relations, he took up the mission in Brazil a year ago. Tara has worked in New Delhi, India, Ottawa, Canada, Bangkok, Thailand and the United Nations in Washington. The diplomat talks about the implementation phase of the Nepal constitution and preparations for the country’s elections in November and December of that year. See the full interview on the day of the national date:

Embassy BrasíliaOn this special date, the Constitution Day, what else does the Nepalese population have to celebrate?

NepalTara Prasad Pokharel- This is indeed a very important day. This is day the new constitution of Nepal, drafted by a highly representative Constituent Assembly elected by the people, was promulgated two years ago in 2015. The promulgation of the constitution was an important milestone for the country that has emerged from a decade-lon armed conflict following a protracted phase of political transition. The constitution has been the outcome of the popular democratic exercises undertaken by the people in the most participative manner in a country characterized by a great deal of diversity. It has marked the conclusion of the peaceful abolition of Monarchy in the country. This year, in accordance with the new constitution, the local elections have been successfully held in the country after 20 years. The last phase of the current local elections has been concluded on September 18th. The parliamentary and provincial elections are also scheduled for November and December this year. These elections indicate the implementation of a new democratic, forward-looking and inclusive constitution in the country. In this context, the people of Nepal are not only celebrating a normal national day, but also celebrating a new beginning with great optimism, confidence and unity

How could you briefly describe your country?

Nepal2Nepal is a federal democratic republic situated in South Asia, between China and India. New democratic, inclusive political context, renewed spirit and focus on growth and development are expected to significantly transform the socio-economic conditions od the country in the days to come. The country has recently attained the economic growth of 7,5%, which is the highest in the past two and a half decades. Nepal aims to graduate from the current status of the least developed country by 2022, and become a middle income country by 2030 by achieving sustainable development goals and objectives.

Our strategic location, positive economic indicators, favorable investment environment, and huge growth potentials are considered important attributes to meet our development aspirations.  Given our socio-economic circumstance, our goals, standards and performance in the promotion and protection of human rights have been considered quite high. The constitutional provisions with regard to the rights, empowerment and participation of women have also been quite significant. Internationally, we are committed to our continued and consistently significant contribution to the United Nations Peacekeeping Operations. As a country of Mount Everest and the birthplace of Lord Buddha, and endowed with special natural beauty, cultural heritage, Nepal has always been a country with special natural, cultural and spiritual attractions to the whole world.

In which sectors has the country advanced?

Nepal1nepal3

Nepal has huge potentials for the development of hydropower, promotion of tourism and modernization of agriculture sector with the production of corn, rice and meat. In the tourist area, we have a wonderful nature, spaces of spiritualization; we are the land of the Buddha, where we promote equality in the world. Hinduists, Buddhists, Catholics and Muslims there can live in harmony.

What are the agreements in force between Brazil and Nepal? What are the projects for now and future between the two countries?

Diplomatic relations between Nepal and Brazil were established in 1976. Nepal established its embassy in Brasilia in 2010 and Brazil established its embassy in Kathmandu in 2011. Both our countries have been able to conclude agreements on technical cooperation, visa exemptions for holders of diplomatic and official passports, and the establishment of bilateral consultation mechanism. These agreements constitute the foundation for further development of the bilateral relations between the two countries.

How much, in the import and export, Nepal moves, on average per year with Brazilian business and trade?

The total trade volume between the two countries is yet to grow. It is approximately U$S 37 million. Based on the average of the last five years, Nepal annually imports goods from Brazil worth over U$S 36 million. Nepal´s annual export to Brazil has been less than a million US dollar.

What are the main difficulties today in your country?

Nepal strives to attain sustainable, inclusive and high economic growth. As one of the least developed and landlocked countries, our development efforts are full of challenges. Moreover, we need to address our constraints while implementing federalism in the country, a new area in which we lack experience. Nevertheless, the people of Nepal are confident about the better prospects, also in view of the broader goodwill and support of the international community that the country enjoys.

What are the products that Brasil imports from Nepal and vice versa?

Nepal imports soybean oil, beans, oil, cakes, zinc, copper wire, medical appliances, part of aeroplane and vehicles, etc…and exports items such as woolen carpets, shawls, handcrafts and so on.

What is the expectation for the next three years?

I’m very optimistic. We want Nepal be well known, get new partners,  maintain growth and to be among the major economies by 2030. Continue to work for the protection of human rights. We have focused on the realization of important guarantees such as the right to empower women to have greater participation in society. Today, one third of the seats in our parliament are occupied by women, our president and vice president are women, as well as the president of our supreme court.

Nepal celebra o Dashain

Mais longo e importante festival no calendário nepalês, com orações e ofertas para Durga, a Deusa Mãe Universal, termina nessa quinta-feira (05)

Nepal8Durante o mês de Kartik, de 21 de setembro a 05 de outubro, o povo do Nepal se entrega ao Dashain, celebrado por pessoas de todas as castas e credos em todo aquele país. São quinze dias de comemorações que terminam na noite da lua cheia, período em que a população promove reuniões familiares, troca de presentes e bênçãos. No dia 20 de setembro, o país também comemorou outra data importante, o Dia da Constituição, promulgada há apenas dois anos, depois de uma década de trabalho.

Nepal1Para falar um pouco desse momento do Nepal, a revista Embassy Brasília entrevistou o embaixador do país no Brasil Tara Prasad Pokharel. Casado, pai de duas meninas, administrador público, mestre em política internacional e graduado em relações públicas, Tara Pokharel assumiu a missão no Brasil há um ano.  Já trabalhou em Nova Deli, na Índia, em Otawa, no Canadá, em Bangkok, na Tailândia e nas Nações Unidas, em Washington. O diplomata fala da fase de implementação da constituição do Nepal e sobre os preparativos para as eleições no país, em novembro e dezembro desse ano. Veja a íntegra da entrevista concedida no dia da data nacional:

Embassy Brasília: Nesta data especial, o que mais a população nepalesa tem para celebrar?

Tara Prasad Pokharel – Este é realmente um dia muito importante. Este é o dia em que a nova constituição do Nepal, redigida por uma Assembléia Constituinte altamente representativa eleita pelo povo, foi promulgada há dois anos em 2015. A promulgação da constituição foi um marco importante para o país que emergiu de uma década de armas conflito após uma fase prolongada de transição política. A constituição foi o resultado dos exercicios democráticos populares realizados pelas pessoas da maneira mais participativa em um país caracterizado por uma grande diversidade. Ele marcou a conclusão da abolição pacífica da monarquia no país. Este ano, de acordo com a nova constituição, as eleições locais foram realizadas com sucesso no país após 20 anos. A última fase das eleições locais atuais foi concluída em 18 de setembro. As eleições parlamentares e provinciais também estão previstas para novembro e dezembro deste ano. Essas eleições indicam a implementação de uma nova constituição democrática, prospectiva e inclusiva no país. Neste contexto, as pessoas do Nepal não só estão comemorando um dia nacional normal, mas também comemorando um novo começo com grande otimismo, confiança e unidade.

Como o senhor descreveria o seu país em poucas palavras?

Nepal é uma república democrática federal situada no sul da Ásia, entre a China e a Índia. É esperado um novo contexto político democrático e inclusivo, espírito renovado e foco no crescimento e no desenvolvimento, transformar significativamente as condições socioeconômicas do país nos próximos dias. O país alcançou recentemente o crescimento econômico de 7,5%, o que é o mais alto nas últimas duas décadas e meia. O Nepal pretende obter o status atual do país menos desenvolvido até 2022 e se tornar um país de renda média até 2030, alcançando metas e objetivos de desenvolvimento sustentável.

Nossa localização estratégica, indicadores econômicos positivos, ambiente de investimento favorável e grandes potenciais de crescimento são considerados atributos importantes para atender às nossas aspirações de desenvolvimento. Dada a nossa circunstância socioeconómica, nossos objetivos, padrões e desempenho na promoção e proteção dos direitos humanos foram considerados bastante elevados. As disposições constitucionais relativas aos direitos, capacitação e participação das mulheres também têm sido bastante significativas. Á nível internacional, estamos comprometidos com a nossa contribuição contínua e consistentemente significativa para as Operações de Manutenção da Paz das Nações Unidas. Como um país do Monte Everest e o lugar de nascimento do Senhor Buda, e dotado de beleza natural especial, herança cultural, o Nepal sempre foi um país com atrações naturais, culturais e espirituais especiais para todo o mundo.

Em que setores o país tem se desenvolvido?

NepalNepal tem grandes potenciais para o desenvolvimento da energia hidrelétrica, para a promoção do turismo e para a modernização do setor agrícola, com a produção de milho, arroz e carne. Na área turística, temos uma natureza maravilhosa, espaços de espiritualização; somos a terra do Buda, onde promovemos a igualdade no mundo. Hinduístas, budistas, católicos e muçulmanos lá podem viver em harmonia.

Quais são os acordos em vigor entre o Brasil e o Nepal? Quais são os projetos para agora e o futuro entre os dois países?

As relações diplomáticas entre o Nepal e o Brasil foram estabelecidas em 1976. O Nepal instalou sua embaixada em Brasília em 2010 e o Brasil a sua sede diplomática em Katmandu, em 2011. Ambos os países conseguiram celebrar acordos de cooperação técnica, isenções de vistos para titulares de diplomáticos e oficiais passaportes e o estabelecimento de mecanismo de consulta bilateral. Esses acordos constituem o alicerce para o desenvolvimento das relações bilaterais entre os dois países.

Quanto, na importação e exportação, o Nepal se move, em um ano por ano com negócios e comércio brasileiro?

O volume total de comércio entre os dois países ainda está para crescer. É aproximadamente U$S 37 milhões. Com base na média dos últimos cinco anos, o Nepal importa anualmente mercadorias do Brasil no valor de U$S 36 milhões. A exportação anual do Nepal para o Brasil foi de menos de um milhão de dólares.

Quais são as maiores dificuldades hoje em seu país?

O Nepal esforça-se por alcançar um crescimento econômico sustentável, inclusivo e alto. Como um dos países menos desenvolvidos e sem litoral, nossos esforços de desenvolvimento estão repletos de desafios. Além disso, precisamos abordar nossas restrições ao mesmo tempo em que implementamos o federalismo no país, a nova constituição, uma nova área na qual nos falta experiência. No entanto, as pessoas do Nepal estão confiantes sobre as melhores perspectivas, também tendo em vista a boa vontade e o apoio da comunidade internacional que o país desfruta.

Quais são os produtos que o Brasil importa do Nepal e vice-versa?

Nepal importa óleo de soja, feijão, óleo, bolos, zinco, fio de cobre, aparelhos médicos, parte do avião e veículos, etc. e exporta itens como tapetes de lã, xales, artesanatos entre outros.

Qual a expectativa para os próximos três anos?

Estou bastante otimista. Queremos que o Nepal seja bem conhecido, tenha novos parceiros, mantenha o crescimento e esteja entre as grandes economias até 2030. Mantenha, ainda, o trabalho pela proteção dos direitos humanos, temos focado na concretização de garantias importantes como no direito de empoderamento das mulheres para que elas tenham maior participação na sociedade. Hoje, um terço das cadeiras do nosso parlamento é ocupado por mulheres, nossa presidente e vice-presidente são mulheres, como também a presidente da nossa suprema corte.