Novo mandato de Putin será marcado pelas tensões

O quarto mandato do presidente russo está praticamente assegurado nas eleições de 18 de março

Moscou, Rússia – Ao ameaçar os Estados Unidos com uma resposta imediata em caso de ataque nuclear, o presidente russo Vladimir Putin, que tem o quarto mandato praticamente assegurado na eleição de 18 de março, deixou claro que a era de tensões com o Ocidente está longe do fim.

Exceto no caso de uma gigantesca surpresa, o ex-agente da KGB vencerá a eleição presidencial de 18 março, o que vai garantir sua permanência no poder até 2024. A campanha eleitoral foi inócua dentro do país, mas foi marcada por embates diplomáticos entre Moscou e as potências ocidentais. O site Gazeta.ru citou uma “nova ‘Guerra Fria'”.

No início de março, Vladimir Putin, 65 anos, elogiou as novas armas da Rússia em um discurso marcado por uma forte retórica militar, e um dos mais belicosos que pronunciou em 18 anos de poder.Se a Rússia ou um de seus aliados for atacado com armas nucleares, “nossa resposta será imediata”, afirmou ao apresentar as novas armas russas, que chamou de “invencíveis”.

No dia 7 de fevereiro, Washington anunciou que matou quase 100 combatentes pró-regime na Síria, incluindo vários mercenários russos. Moscou admitiu que cinco cidadãos do país morreram, mas que não pertenciam ao exército russo.