Romenos festejam hoje (01) autonomia do país

O embaixador da Romênia, Stefan Mera

São 100 anos da unificação do país e os 90 anos de relações bilaterais com o Brasil

Raquel Pires

Fotos: Eliane Loin

Em Brasília, a comemoração foi antecipada para o dia 29 de novembro na sede diplomática da Romênia, no Setor de Embaixadas Norte. O embaixador Stefan Mera recebeu convidados para a festa da data nacional do país que marca o Grande Dia da União, quando Moldávia, Valáquia e Transilvânia se integraram à Romênia, em 1918. O evento contou com a presença autoridades, diplomatas, jornalistas, romenos e amigos.

O embaixador da Romênia, Stefan Mera
O embaixador da Romênia, Stefan Mera

Stefan Mera lembrou do caminho percorrido pelo país para se chegar aos 100 anos de unificação e a importância do dia 1º de dezembro. “Trata-se de um movimento de suma importância para o desenvolvimento dessa nação que lutou séculos anteriores para se encontrar dentro das mesmas fronteiras. O embaixador salientou ainda que esse não se trata do momento zero da história romena. “Acho importante lembrar de dois aspectos ligados a esse evento: em 1918 também foi um ano de viras históricas para outras nações e que a grande união da Romênia foi reconhecida como uma necessidade devido a vibrante e decidida expressão de vontade popular dos romenos”, conta.

O diplomata lembrou que além de celebrar a unificação da Romênia, festeja-se os 90 anos de diálogo político amigável e de cooperação econômica entre o Brasil, comemorado na mesma data. Mera afirmou que muitos dos presentes à festa na embaixada gostariam de ouvir sobre as visitas oficiais, relações econômicas e outros aspectos da parceria entre os dois países, porém o diplomata decidiu que “seria melhor falar um pouco sobre as relações culturais entre Brasil e Romênia”.29112018-IMG_7212

O embaixador romeno afirmou que o saudoso professor Atiço Vilas-Boas reuniu sob o título Pontes Culturais, um inventario de todas as ações culturais nos últimos 10 anos, que retrata a real imagem da convivência, apesar da distância, dos dois extremos da latinidade. “Tudo isso tem uma enorme importância, porque, finalmente, o que define os povos é a cultura, porque é ela que dá a personalidade e alma dos povos”, declarou.

Para marcar essa fala, o embaixador entregou a medalha da Ordem do Mérito Cultural da Romênia, concedida pelo presidente do país aos intelectuais: Edson Manoel de Oliveira Filho, sócio, diretos e editor da É Realizações Editora; Elpídio Mário Dantas Fonseca, tradutor; Luciano Nunes Maia, tradutor e cônsul honorário da Romênia e Fernando Klabim, tradutor.

    29112018-IMG_7249 29112018-IMG_7253

 

História – No fim da segunda-guerra mundial se criou o Estado Romeno moderno. Em 1º de dezembro de 1918, ocorreu a chamada grande união: pela primeira vez se reuniram três províncias romenas no mesmo Estado nacional e unitário: Moldávia, Valáquia e Transilvânia. A Transilvânia antes dominada pelo império Austro-Húngaro, depois Húngaro e se uniu às duas outras regiões históricas, conforme um referendo popular. A data nacional é uma data sumamente importante e também é celebrada no mesmo dia os 90 anos das relações diplomáticas com o Brasil.

    29112018-IMG_7145 29112018-IMG_7169

    29112018-IMG_7177 29112018-IMG_7181

    29112018-IMG_7185 29112018-IMG_7190

    29112018-IMG_7193 29112018-IMG_7195

    29112018-IMG_7207 29112018-IMG_7209

    29112018-IMG_7216 29112018-IMG_7218

    29112018-IMG_7219 29112018-IMG_7264

    29112018-IMG_7288 29112018-IMG_7285

    29112018-IMG_7295 29112018-IMG_7297

    29112018-IMG_7307 29112018-IMG_7299

    29112018-IMG_7152 29112018-IMG_7200

    29112018-IMG_7280 29112018-IMG_7271