Wines of Brasil promove vinho brasileiro

Ana Cristina Dib

Entre os principais destinos das exportações vinícolas brasileiras no primeiro trimestre deste ano, o Reino Unido é um dos três mercados-alvo para vinhos e espumantes mapeados pelo projeto setorial Wines of Brasil, iniciativa desenvolvida pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Nos meses de junho e julho, o Reino Unido volta a receber ações de promoção dos rótulos nacionais visando expandir os negócios e ampliar a imagem dos produtos verde-amarelos neste mercado considerado formador de opinião. As iniciativas ocorrerão em Londres, na Inglaterra, em parceria com o escritório da Apex-Brasil em Bruxelas e com a Embaixada brasileira na capital inglesa. No primeiro trimestre deste ano, os britânicos importaram 31.053 garrafas de vinhos e espumantes verde-amarelos, totalizando US$ 149,5 mil. O valor representa 43% de total importado em 2017 pelo mercado.

Entre os dias 13 e 17 de junho, Regent’s Park será palco para o Taste of London. O evento gastronômico reunirá profissionais de bares e restaurantes e consumidores finais. Os vinhos brasileiros estarão presentes por meio da importadora inglesa GO Brazil, que representará as vinícolas Campos de Cima, Cave Geisse, Don Guerino e Pizzato. Os ingressos para o festival custam de £17 a £85 e podem ser adquiridos no site london.tastefestivals.com/tickets. Os horários mudam de acordo com o dia da realização.

No segundo semestre, nos dias 2 e 3 de julho, será a vez das vinícolas Casa Valduga e Miolo apresentarem seus produtos aos ingleses, através de representantes locais. As empresas participarão do Imbibe Live, que será realizado das 10h às 17h, no Olympia Grand Hall. O evento é direcionado para profissionais de bares e restaurantes, como sommeliers e bartenders, mas também é aberto ao público em geral. O valor da entrada é de £10 e pode ser adquirido no site imbibe-2018.reg.buzz

“A presença do Wines of Brasil no Taste of London e no Imbibe Live busca aproximar as vinícolas brasileiras e seus importadores do trade local e, consequentemente, aumentar a exposição dos produtos brasileiros no Reino Unido. A participação do consumidor final nestes eventos vem para somar, pois são os responsáveis pela geração de demanda”, explica o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini.

O executivo assinala ainda a importância do mercado inglês como formador de opinião. Recentemente, dois concursos realizados no Reino Unido reconheceram mais uma vez a qualidade dos vinhos e espumantes brasileiros. No International Wine Challenge, os rótulos verde-amarelos conquistaram cinco pratas e 15 bronzes. Já no Decanter World Wine Awards foram premiados com quatro pratas e 21 bronzes.

Segundo dados da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o Reino Unido é o segundo maior importador de vinhos do mundo – ficando atrás da Alemanha –  e o sexto maior consumidor, com 12,9 milhões de hectolitros (1,29 bilhões de litros). O consumo per capita é de 23,8 litros no conjunto de países.